Fechar
Acesso restrito


Notcias

22/08/2017 - Maranho: a fora da indstria

"A indústria maranhense está em franco crescimento, com potencial para ampliação e diversificação da pauta, inclusive para mercado internacional", avalia o coordenador de Ações Estratégicas da Federação das Indústrias do Estado



Em dez anos, a economia do Maranhão prevê investir um montante de R$ 85 bilhões que terão impacto direto na atividade industrial do Estado. Os recursos, desembolsados desde 2009, têm sido utilizados para desenvolver a infraestrutura portuária, viária e atividades produtivas. A informação é do coordenador de Ações Estratégicas da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), José Henrique Polary. "Temos cerca de R$ 40 bilhões de investimentos já em operação.”

A indústria é responsável, hoje, por 19% do Produto Interno Bruto (PIB) do Maranhão, com um montante de R$ 11,4 bilhões, de acordo com a Fiema. A expectativa é positiva para o trabalho feito ao longo dos últimos anos. "A indústria está em franco crescimento, com potencial para ampliação e diversificação da pauta, inclusive para mercado internacional", avalia Polary.
 
O coordenador cita a instalação de companhias de papel e celulose, o advento da extração de ouro, o crescimento da produção de soja, que viabiliza a fabricação de óleo e rações, e o desenvolvimento da indústria de carne, entre outros.
 
Saiba mais sobre a economia do Estado na reportagem “Maranhão: em busca de novos caminhos”, publicada na página 28 da revista Gestão Empresarial nº 40.

Newsletter

Rua Clodomiro Amazonas, 1435
So Paulo - SP - 04537-012
e-mail: contato@gbrasilcontabilidade.com.br
Tel: (11) 3814-8436
veja o mapa