Notícias

Informações especiais para a sua empresa

24/01/2019

Dicionário de Contabilês: SELIC

Saiba por que esta sigla é tão importante

Selic é a sigla para "Sistema Especial de Liquidação e Custódia", que registra títulos públicos e depósitos interfinanceiros. É extremamente importante para a economia, porque é nele que as instituições financeiras se baseiam para fazer empréstimos entre si.

Funciona assim: frequentemente uma instituição financeira toma dinheiro emprestado da outra, e o prazo dessa transação dura apenas um dia – é o que se chama de overnight.

Esses empréstimos são lastreados – ou seja, garantidos – pelos títulos públicos que o banco tomador do empréstimo possui. Assim, o credor sabe que o risco de levar calote é menor e empresta o dinheiro a uma taxa de juros mais conveniente.

É a essa taxa de empréstimo interbancário que se dá o nome de "Selic". Ela costuma variar diariamente, mas não diverge muito do que é determinado a cada 45 dias pelo Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) – como o governo emite os títulos públicos federais, ele é o devedor final dos empréstimos.

Dessa maneira, por ter um prazo muito curto e refletir o risco do próprio governo brasileiro, a taxa Selic serve de base para todas as demais taxas de juros do Brasil.

Efeitos das alterações

Pessoas físicas ou jurídicas que necessitem pegar dinheiro emprestado não costumam sentir imediatamente o efeito de uma redução da Selic, por exemplo. Teoricamente, com a redução da taxa-base, os empréstimos deveriam ficar mais baratos, mas as instituições financeiras analisam outras variáveis antes de concedê-los, como taxa de inadimplência, o lucro que vão obter e os impostos sobre operações financeiras. Nesse caso, a alteração na taxa Selic, se houver sua manutenção no decorrer dos meses, será percebida em médio e longo prazos.

Quem mais sente as alterações na taxa Selic são os investidores em fundos DI, que estão indexados à Selic e possuem rendimento pós-fixados. Isso significa que um corte na taxa reduzirá o rendimento desses papéis, assim como um acréscimo aumentará o valor deles.

Além disso, a taxa Selic também é utilizada na atualização de valores de débitos e compensações tributárias.

*Com a colaboração do sócio e diretor financeiro da DPC (GBrasil|RJ e SP), Carlos Ripper.